«

»

SALVE OS PRETOS VELHOS!

ACONTECEU NO INÍCIO DESTE MÊS DE JUNHO A FESTA DOS PRETOS VELHOS NO ILÊ AXÉ OMIDEWÁ, COM A PARTICIPAÇÃO DOS ÍNDIOS DA TRIBO CARIRI XOCRÓ COM O PAJÉ  IASURI DE ALAGOAS. FOI UMA NOITE ABENÇOADA COM A FORÇA INDÍGENA JUNTO COM A DO NOSSO POVO. SALVE A JUREMA SAGRADA! SALVE OS NOSSOS ANTEPASSADOS! SALVE O POVO INDÍGENA E SUA FORÇA!

 

“Desde o século XVI, documentos escritos pelo colonizador e narrativas deixadas por cronistas e viajantes relatam rituais mágico-religiosos encontrados entre populações indígenas do nordeste brasileiro, em que bebiam, fumavam, manipulavam ervas, invocavam seus antepassados. Um desses escritos descreve a santidade do Jaguaripe ocorrida no sertão baiano por volta de 1583, evidencia um processo de religiosidade sincrética nascida no encontro entre missionários e índios e revela relações de dominação-subordinação entre nativos e portugueses. O culto aos maracás da santidade reproduz a crença de que os maracás abrigavam os espíritos, sendo adorados e idolatrados através de cantos, danças e do uso do tabaco. Apresenta-se simbolicamente como uma forma de resistência da população indígena contra a colonização portuguesa.

Um outro documento menciona o falecimento na prisão, em 1758, de um índio da aldeia de Mepibu, no Rio Grande do Norte, preso por ter feito adjunto de jurema, cerimônia coletiva com fins religiosos e terapêuticos, em que dançavam, fumavam cachimbo e bebiam jurema. Em 1816, o viajante inglês Henry Koster observa uma dessas cerimônias realizadas nos arredores de Olinda e descreve que havia um grande vaso de barro no centro da cabana em torno do qual dançavam homens e mulheres e o cachimbo era passado entre os participantes.”

TEXTO  EXTRAÍDO DA INTERNET

Por: Andréa Gisele

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

seo services