«

»

OS PRINCIPES DO DESTINO – PARTE XI

DECIMA REUNIÃO

Os homens provocam a separação entre o Céu e a Terra

Houve um tempo em que não havia separação entre o mundo dos homens, a Terra, o Aiê, e o mundo dos deuses, o Céu dos orixás  o Orum. Os homens iam ao Céu visitar os orixás e os orixás vinham visitar os homens na Terra. Mas sempre que um ser humano ia ao Orum, tudo ali ficava imundo e feio. Os homens largavam no chão tudo quanto era lixo. Emporcalhavam as brancas paredes dos palácios e das casas, pichavam muros e edifícios com marcas sem sentido.

Contou o príncipe Ofum, na decima reunião com Ifá, que Oxalá  o deus negro que se veste de branco, o orixá que do barro modelou o homem, aquele que merece o respeito máximo  ficou muito irritado com a sujeira dos humanos, dos homens que ele mesmo havia fabricado. Oxalá foi queixar-se a Olorum, deus supremo, e Olorum separou para sempre o Céu da Terra. Desde então os deuses moram la no Orum, em paz, e os homens e as mulheres vivem aqui no aiê a trabalhar. E em vida os homens nunca mais puderam passear no Céu dos orixás.

Mas a humanidade não aprendeu a lição e aqui na Terra tudo continua sujo e feio, emporcalham as brancas paredes dos palácios e das casas, picham muros e edifícios com frases sem sentido.

Naquele dia, durante o banquete na casa de Ifá, no Orum, nenhum dos príncipes do destino jogou no chão restos de comida.

_______________________________________________________________________________________________________

A continuar…..

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

seo services